No que consiste os crimes unissubjetivos e plurissubjetivos? - Leandro Vilela Brambilla

Rede de Ensino Luiz Flávio Gomes
há 7 anos

Os crimes unissubjetivos (ou monossubjetivos, ou de concurso eventual) são aqueles que podem ser praticados por apenas um sujeito, entretanto, admite-se a co-autoria e a participação.

Os crimes plurissubjetivos (ou de concurso necessário) são aqueles que exigem dois ou mais agentes para a prática do delito em virtude de sua conceituação típica. Eles subdividem-se em três espécies de acordo com o modus operandi:

- crimes de condutas paralelas: quando há colaboração nas ações dos sujeitos,

- crimes de condutas convergentes: onde as condutas encontram-se somente após o início da execução do delito pois partem de pontos opostos e

- crimes de condutas contrapostas: onde as condutas desenvolvem-se umas contra as outras.

3 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Conceitos objetivos! Muito bom! Entretanto, atrelar conceitos com exemplos traz mais elucidação e memorização do conteúdo. continuar lendo

Exemplos de crimes Unissubjetivos ou monossubjetivos ou concurso eventual são:
Roubo; furto; homicídio.
A rixa é um exemplo básico para os plurissubjetivos. continuar lendo

Exemplos de Crimes Plurissubjetivos:

Condutas Paralelas :
* Associação para o Tráfico (L.D. 35º)
* Associação Criminosa (CP. 288º)
* Organização Criminosa (L 12850/13 2º)

Condutas Convergentes:
*Bigamia (CP. 235, 1º)

Condutas Contrapostas:
* Rixa (CP. 35º) continuar lendo