Carregando...
JusBrasil - Notícias
21 de abril de 2014

Deixar criança sozinha em casa é crime, art.133 CP, confira perguntas e respostas sobre as determinações do artigo

Publicado por Rede de Ensino Luiz Flávio Gomes (extraído pelo JusBrasil) - 5 anos atrás

LEIAM 6 NÃO LEIAM

Abandono de incapaz tem pena de seis meses a três anos de detenção. Critérios do Código Penal também são válidos para idoso.

São cada vez mais comuns casos de pais e mães que esquecem seus filhos no carro ou em casa por dias e acabam causando prejuízos à saúde ou até a morte de crianças e adolescentes. Nesta quarta-feira (13), a Justiça de Fernandópolis (SP) determinou a prisão preventiva da mulher que deixou a filha de 6 anos sozinha em casa por quatro dias para ir a São Paulo. A menina deve passar por atendimento médico e psicológico.

O artigo 133 do Código Penal prevê, segundo o advogado Ricardo de Moraes Cabezón, presidente da Comissão de Direitos da Criança e do Adolescente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que "abandonar pessoa que está sob seu cuidado, guarda, vigilância ou autoridade, e, por qualquer motivo, é incapaz de defender-se dos riscos resultantes do abandono" caracteriza crime de abandono de incapaz.

Neste artigo, ainda segundo o especialista, o Código Penal não defende apenas crianças, mas idosos ou quaisquer pessoas que estejam desprovidas de consciência e não possam responder por seus atos ou agir sozinhas.

A especialista em Direito Penal Carla Rahal Benedetti lembra, no entanto, a necessidade de avaliar cada caso em suas particularidades. "Cada situação deve ser analisada de forma objetiva, isto é, se faz necessária a avaliação ponderada do caso para que a falta ou ausência de cuidados por instantes não seja entendida como uma conduta passível de penalização criminal", diz. Em qualquer caso, ainda de acordo com Carla, a lei exige a intenção do agente causador em abandonar a pessoa que está sob seus cuidados e que não pode se defender.

Existem três tipos de abandono de incapaz: o intelectual, no qual os pais privam o filho de ir para a escola (de acordo com a legislação brasileira, é obrigatório que a criança curse até o Ensino Fundamental); o moral, que é quando o pai sabe quem é seu filho, mas ignora sua existência inclusive no sentido afetivo (o mesmo vale na relação entre filhos e pais, para idosos); e o material, caracterizado quando o considerado "incapaz" não tem condições materiais de subsistência.

Confira perguntas e respostas sobre as determinações do artigo

Quem pode ser vítima do crime de abandono de incapaz?

Ricardo de Moraes Cabezón - O crime de abandono de incapaz é aplicado a quem está incapaz, de forma absoluta, considerando acidentados, por exemplo, ou, em um critério de idade, crianças e adolescentes até os 16 anos. A determinação de incapacidade em situações específicas, como o acidente ou qualquer outra circunstância do tipo, será analisada caso a caso pelo juiz.

Qual é a pena para o crime de abandono de incapaz?

Cabezón - A pena pode variar de caso a caso porque existem agravantes que podem aumentar a pena em até um terço. Em linhas gerais, a pena vai de seis meses a três anos de detenção. Se houver lesão corporal, por exemplo, a pena é de um a cinco anos de reclusão. Se houver falecimento, a pena de reclusão varia de quatro a 12 anos.

Deixar a criança trancada dentro do carro, com o vidro semi-aberto, em um estacionamento é crime?

Cabezón - Isso também depende muito de cada situação e da intenção dos pais da criança. Se a criança sofrer algum ferimento ou lesão, os pais certamente serão responsabilizados. Mas caso esteja chovendo, por exemplo, e o pai sair do carro sozinho para abrir o portão de casa, o bom senso pode definir que não houve crime.

Qual é o tipo de crime de abandono de incapaz mais praticado pelos pais?

Carla Rahal Benedetti - O tipo mais comum de abandono é deixar o incapaz em casa e sair para trabalhar. Entretanto, nestes casos, e dependendo das circunstâncias, pode haver a caracterização do crime de maus-tratos, previsto no artigo 136 , também do Código Penal .

No caso de pais separados, se um dos lados fica anos sem ver o filho, pode ser considerado abandono de incapaz?

Cabezón - Não há como a lei obrigar um pai a ter carinho pelo seu filho. Nesse caso, pode-se considerar abandono de incapaz no caráter moral e o filho pode pedir indenização, por exemplo, pelas vezes em que sofreu com a ausência do pai.

Para idosos são válidos os mesmos critérios e há o dever de os filhos cuidarem dos pais. Vale destacar que mesmo em caso de filhos que decidem colocar os pais em um asilo é preciso que o idoso concorde. Ainda na esfera da indenização, o idoso pode pedir a deserdação do filho em caso de abandono.

Se o responsável sair de casa por pouco tempo, apenas para comprar pão, por exemplo, e neste período a criança sofrer algum acidente, isto constitui crime de abandono de incapaz?

Cabezón - Não existe um tempo específico que seja permitido que o filho fique sozinho. Mais uma vez afirmo que vale o bom senso e a análise de cada caso em sua particularidade. Ainda assim, no geral, quem está com a guarda da criança deve responder pelo que acontece com ela.

A partir de que idade a lei permite que a criança fique sozinha?

Cabezón - De acordo com a lei, apenas aos 16 anos a pessoa é capaz de praticar por conta própria alguns atos da vida civil. Nessa fase se inicia uma minoração de alguns deveres que recaem sobre os pais.

Carla - É considerada capaz, pela lei, a pessoa de 18 anos e, relativamente capaz, no aspecto cível, a partir dos 16 anos.

Se os pais deixam o filho aos cuidados de uma pessoa (uma babá ou avó, por exemplo), e esta pessoa deixa a criança sozinha, os pais podem ser responsabilizados?

Cabezón - Se a pessoa, ou instituição, que está com a criança for encarada como guardiã, ela deverá ser responsabilizada por qualquer acidente. É importante destacar, no entanto, que os pais podem responder por eleger mal a pessoa que vai cuidar da criança ou do idoso. No caso de uma avó, ela é responsável pela criança a não ser que os pais saibam de sua falta de condições para cuidar da criança e assim mesmo a escolham para ficar com o filho.

Fonte: www.g1.com.br

9 Comentários

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula.
Marcelo Adriano
1 voto

Deixar uma criança de sete anos sozinha em casa após 12:00 até as 17:00 da tarde para trabalhar , é crime?

7 meses atrás Responder Reportar
Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula. Cancelar
Marny Ferreira

Tbm tenho um filho e não tenho onde deixá-lo preciso trabalhar oq fazer?

Leila Silva

Tenho um filho de 8 anos, e por vezes deixo ele em casa enquanto vou ao banco, padaria, supermercado, ele prefere ficar em casa ao ir comigo, e sei o quanto ele é tranquilo, tipo não mexeria em nada q oferecesse risco a ele, nunca passou de algumas horas. Agora o pai dele quer q o nosso filho escolha com quer morar... Com que idade a criança pode ser ouvida pelo juiz e fazer essa opção? O fato de eu ter deixado ele sozinho pode comprometer a minha guarda, caso o pai dele argumente isso?

8 meses atrás Responder Reportar
Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula. Cancelar
Marny Ferreira

Tenho um filho q acaba de completar 6 anos e perde o direito de ficar na creche. Eu trabalho o dia todo e ele estuda a tarde de 12:30 as 16:30. Não tenho parentes os com quem deixar a criança antes e após o horário da escola , oq eu faço? Posso tentar uma liminar para meu filho continuar na creche?

6 meses atrás Responder Reportar
Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula. Cancelar
Evandro Antunes

Tenho lido as perguntas. O art. da lei penal é bem clara. Se algo acontecer às crianças que ficam sozinhas em casa, entendo que, sim, vocês respondem pelo ato de deixarem elas sozinhas em casa caso ocorra um acidente com elas.

6 meses atrás Responder Reportar
Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula. Cancelar
Liliane Machado

O lugar onde moro e muito tranquilo e por isso meus vizinhos deixam seus filhos menores de sete anos brincarem sozinhas na rua ate as vinte e duas horas sem a supervisao de ninguem e essas crianças acabam quebrando vidraças, riscando paredes, etc. Gostaria de saber se isso pode ser considerado abandono de incapaz e se pode a quem devo fazer a denuncia?

5 meses atrás Responder Reportar
Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula. Cancelar
Cristian Quelle

Deixei a minha filha aos 7 anos de idade que morava comigo em Belo Horizonte ir morar com o pai dela em São Paulo pelo fato dele ter colocado na cabeça dela de que ao lado dele seria melhor não questionei pois, eu não tive nem pai e nem mãe por isso deixei que ela fosse, mas mantenho contato, quando posso trago ela para passas ferias comigo há 3 anos que estamos assim. Devo considerar que abandonei a minha filha? Faço essa pergunta porque ele fala tanto para mim e para ela que eu a abandonei que as vezes fico confusa com toda essa situação.

4 meses atrás Responder Reportar
Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula. Cancelar
Priscila Ibacache

Gostaria de uma orientação de como agir , moro em um condomínio vertical onde existe um serio problema dos responsáveis deixar seus filhos menores sozinhos pelo condomínio, sem nenhuma supervisão, controle das ações desses menores.
As crianças ficarem o dia inteiro pelas dependências do condomínio pode ser considerado abandono de incapaz? Os pais são alertado dos perigo nas escadas, elevadores, estacionamento porem não tomam nenhuma atitude, onde posso pedir auxilio para que isso possa ser observado por autoridade, visto que a policia Militar nada pode fazer quando foi acionada.

3 meses atrás Responder Reportar
Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula. Cancelar
Csantos Neto

Boa tarde, gostaria de saber mais a respeito sobre a Guarda. Tenho um filho de 5 anos de idade, com minha Ex. Porém ela mora em um Distrito, Ela deixa meu filho com uma Babá de Seg. a Sex. e quando sai também deixa nos finais de semana, com isso fica quase 15 dias sem leva-lo para casa. Ela trabalha pela manhã e tarde, a noite fica livre, a distância da casa dela para casa da Babá é cerca de 3 km, Gostaria de saber se posso entrar com uma ação de Guarda Compartilhada, já que ele fica muito tempo com a Babá, pois ela já adiantou que não deixará ele se quer passar um final de semana comigo devido ter me casado novamente (tipo estilo ciumes de ex). Temos um acordo na Defensoria Publica, no qual não tinha restrição com relação a visitas.
Peço ajuda de vocês, pois minha filho chama a Babá de mãe, e a própria mãe pelo nome dela, vejo que ele está perdendo o vinculo e laços para família.

3 meses atrás Responder Reportar
Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula. Cancelar

ou

Disponível em: http://lfg.jusbrasil.com.br/noticias/95187/deixar-crianca-sozinha-em-casa-e-crime-art133-cp-confira-perguntas-e-respostas-sobre-as-determinacoes-do-artigo