jusbrasil.com.br
11 de Dezembro de 2018

Controladoria do Município abrirá 100 vagas de Auditor

Rede de Ensino Luiz Flávio Gomes
há 5 anos

A Controladoria Geral do Município de São Paulo (CGM) realizará, no decorrer de 2014, seu primeiro concurso para a carreira de auditor municipal de controle interno, que será criada por meio de projeto de lei. De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sempla), a prefeitura está finalizando os estudos relativos à criação do cargo e o projeto de lei será encaminhado em breve à Câmara Municipal. Assim que criada a carreira serão iniciados os preparativos para a realização do concurso.

A carreira contará com uma oferta de 100 vagas, todas destinadas para o concurso. Para concorrer será necessário possuir curso de nível superior, com ênfase nas áreas de Saúde, Engenharia e Informática. A remuneração inicial da categoria será de aproximadamente R$ 13 mil.

Segundo declarações do prefeito Fernando Haddad em novembro, o objetivo da criação do novo cargo será fortalecer o trabalho da CGM no combate à corrupção. Após aprovação no concurso, os servidores serão submetidos a um curso de formação profissional, que será realizado por meio de um termo de cooperação firmado entre a prefeitura e a Controladoria Geral da União (CGU).

Segundo informações da assessoria de imprensa da prefeitura, a CGM conta atualmente com 80 servidores, oriundos das antigas ouvidoria, corregedoria e auditoria municipal. Com a criação de 100 vagas para auditor, além de ampliar o quadro de servidores do órgão, a prefeitura pretende propiciar maior isonomia ao trabalho e garantir a permanência da controladoria, independente de mudança na atual gestão.

A CGM, em parceria com a Polícia Civil e o Ministério Público Estadual, foi responsável pela prisão de 11 servidores acusados de envolvimento em casos de corrupção no decorrer de 2013. De acordo com o controlador Mário Vinícius Spinelli, responsável pela CGM, com a realização do concurso, a Controladoria ganhará um quadro de pessoal com perfil distinto do que possui atualmente, uma vez que boa parte dos servidores não é composta de concursados e nem mesmo de auditores. Atualmente, segundo ele, a auditoria é feita por contadores da prefeitura. Por isto considera indispensável a criação de uma carreira especializada de auditores.

Fonte: JC Concursos

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)