jusbrasil.com.br
28 de Junho de 2022
    Adicione tópicos

    O que se entende por convalidação dos atos administrativos? - Rodrigo Marques de Oliveira

    Rede de Ensino Luiz Flávio Gomes
    há 12 anos

    Também chamada de ratificação, confirmação ou sanatória, a convalidação é uma forma de corrigir vícios existentes em um ato ilegal sendo preceituado no art. 55 da Lei nº 9.784/1999, in verbis :

    Art. 55. Em decisão na qual se evidencie não acarretarem lesão ao interesse público nem prejuízo a terceiros, os atos que apresentarem defeitos sanáveis poderão ser convalidados pela própria Administração.

    Os efeitos da convalidação são retroativos ( ex tunc ) ao tempo de sua execução.

    Celso Antônio Bandeira de Mello ensina que: só pode haver convalidação quando o ato possa ser produzido validamente no presente. Importa que o vício não seja de molde a impedir reprodução válida do ato. Só são convalidáveis atos que podem ser legitimamente produzidos.

    Referência :

    MELLO, Celso Antônio Bandeira de. Curso de Direito Administrativo . 14. ed. São Paulo: Malheiros, 2002. p. 417.

    Informações relacionadas

    Douglas Cunha, Advogado
    Artigoshá 8 anos

    Anulação, revogação e convalidação dos Atos Administrativos

    Andrielly Ribeiro, Advogado
    Artigoshá 2 anos

    Convalidação dos Atos Administrativos

    Renata Namura Sobral, Advogado
    Artigoshá 6 anos

    Os elementos do ato administrativo e as hipóteses de convalidação

    Douglas Cunha, Advogado
    Artigoshá 8 anos

    Atos Administrativos

    Nathalia Mendes, Advogado
    Notíciashá 6 anos

    Resumo: Atos administrativos

    6 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

    Gosto muito e aprendo muito da forma como apresentam o assunto. continuar lendo

    Muito bom! acredito que citando alguns exemplos reais facilitaria mais a compreensão, na prática. continuar lendo

    Excelente iniciativa... Sou um fã do Jus Brasil a algum tempo... Só gostaria de fazer uma crítica construtiva... Tenho certeza da presteza e atenção demandadas, mas estou confuso qto ao que "acho" um erro de português que compromete o texto... No COMENTÁRIO do professor há a palavra "MOLDE"... Não seria "MODO" em seu lugar?🤔 Reitero minhas satisfação e respeito com o trabalho desempenhado, só gostaria que essa MINHA DÚVIDA fosse sanada se possível... Não sei se serei respostado, mas, espero que sim... muito obrigado continuar lendo

    "Celso Antônio Bandeira de Mello ensina que: só pode haver convalidação quando o ato possa ser produzido validamente no presente. Importa que o vício não seja de molde a impedir reprodução válida do ato. Só são convalidáveis atos que podem ser legitimamente produzidos."

    Jozivan, primeiro que molde quer dizer 'modelo para se produzir um objeto/aquilo que serve de modelo ou orientação às nossas ações', o que no contexto faz todo sentido. Segundo que a LFG apenas fez uma reprodução do que foi dito por Celson Antônio B. de Melo, em 2002, em sua obra (MELLO, Celso Antônio Bandeira de. Curso de Direito Administrativo . 14. ed. São Paulo: Malheiros, 2002. p. 417), desse modo, não pode a LFG, ao reproduzir o que um autor diz, fazer alterações no texto. continuar lendo

    BOM continuar lendo